20/03/2014

Esticando a corda

Esticando a corda

De ombros aos EUA e UE, Putin estica a corda para consolidar a anexação da Crimeia depois que 96,77% dos crimeanos que compareceram às urnas optarem pela cidadania russa.

Shot003

Na terça (18) o Kremlin tomou a única base militar ucraniana na Crimeia que não havia ainda mudado de farda. No evento foi morto um soldado ucraniano, pelo que a Ucrânia autorizou as suas Forças Armadas na Crimeia a reagirem caso sofram nova ameaça. A autorização é vazia: não há mais forças armadas ucranianas na Crimeia.

> Sobrou para o Kruschev

Em pronunciamento na duas Casas Parlamentares (18.03), depois de assinar o tratado que autoriza a Federação Russa a anexar a Crimeia, Putin disse que a Crimeia sempre fez parte da Rússia e criticou o então líder soviético Nikita Kruschev, que em 1954, doou-a à Ucrânia.

> Política externa equivocada

O patrocínio dos EUA e da UE aos movimentos que patrocinaram a deposição de Viktor Yanukovych, em Kiev, é a maior pataquada de política externa dos primeiros 13 anos do século 21. Eles já deveriam saber que Putin não tem senso de humor.  

Um comentário:

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.