06/02/2014

Querendo fazer gol sem combinar com os russos

Shot010

A Executiva nacional do PSDB observa o teatro de sombras que Simão Jatene faz no Pará e o sexo explícito que o senador Delcídio Amaral protagoniza com o PSDB do Mato Grosso do Sul.

> Cá

No Pará, um dos ensaios de Jatene é renunciar para que o seu vice, Helenilson Pontes (PSD) assuma e vá ter com Dilma Rousseff, dizendo que é candidato a governador e, por estar na sabe aliada, a apoiará, abrindo a vaga de vice ao PT.

> Lá

No Mato Grosso do Sul, Delcídio Amaral, candidato ao governo pelo PT, faz sexo explícito com o PSDB, garantindo a vaga de senador pelo apoio da legenda.

> E o palanque de Aécio Neves?

O problema é que nos dois casos o candidato a presidente dos tucanos, senador Aécio Neves, ficaria sem palanque nos respectivos estados.

> Mario Couto

No caso do Pará, a executiva nacional do PSDB já escalou o senador Mario Couto para tomar a bola: se Jatene insistir na trama Couto será o candidato a governador do PSDB no estado.

> Prevenir para não remediar

Para prevenir surpresas a Executiva Nacional do PSDB aprovará, na próxima terça-feira (12), resolução que submete à cúpula todas as coligações nos Estados.

> Eduardo Campos

Outro que se incomoda com as patuleadas tucanas no Pará é Eduardo Campos, pré-candidato do PSB à presidência, que combinou com Jatene deslocar o deputado estadual Sidney Rosa para o PSB e o governo do Pará lhe patrocinaria uma candidatura majoritária para armar o palanque de Campos aqui.

Campos já avisou: se Sidney Rosa não for candidato majoritário o PSB pula fora da canoa tucana e alça voo próprio. A alternativa seria Ademir Andrade ser candidato a governador.

> Sem bola

O problema de Jatene, Helenilson et caterva, é achar que eles são sabidos e Lula, Dilma, Aécio Neves, Eduardo Campos e Jader Barbalho formam um quinteto de idiotas.

Na ânsia de fazer gol sem combinar com os russos, vão acabar ficando sem a bola.

10 comentários:

  1. Com as trapalhadas do Lorota, a situação do PSDB, está igual a situação de bezerro no curral que não conhece a vaca mãe. Posso lhe garantir que a debandada já começou inclusive com adesões à candidatura de Helder. O que mais se escuta são prefeitos tucanos, dizendo que não apoiarão candidatos do Lorota e vão cruzar os braços e deixar seus correligionários tomarem qualquer decisão.

    ResponderExcluir
  2. Isso estava desenhado, deputado parece que o quinteto na realidade é uma trinca. O HELENILSON foi o mais safo nessa história toda, conseguiu um duplo palanque, o PT que não tem expressão política individual, fulmina o PMDB e o PSDB de acabresto. Cairam no conto do PACO, mas isso já estava posto há quase um ano, apenas não souberam fazer a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Essa é a sua forma de ver as coisas dep. o que não significa que serão, pois a realidade dos fatos não dependem da sua vontade. O Jatene se recandidatará, fará palanque para Aécio e se brincar com as coisas o Eduardo Campos leva e lá estará o PMDB declarando juras de amor e maldizendo o PT. O costume do cachimbo deixa a boca torta, meu caro dep. e o sr. sabe muito bem disso, pois é useiro e vezeiro nisso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, essa não é a minha forma de ver as coisas. Esse é um retrato das indefinições, ações e reações do momento. O que está escrito não é a minha opinião e sim o que está ocorrendo nesse exato tempo, o que não significa que acontecerá assim. Em política tudo pode ocorrer, inclusive nada.
      Agora partindo para o exercício do achismo, concordo plenamente com você: acho que o candidato do PSDB no Pará será o Jatene. O Eduardo Campos pode sim vencer a eleição, afinal ele será candidato, e o PMDB poderá sim, em ele vencendo, fazer parte do governo dele. Aí há uma variante extensiva no seu achismo e no meu: não só o PMDB poderá fazer parte do governo dele ou de qualquer outro que vencer, mas mais de 25 partidos de centro dos 36 que existem no Brasil, pois não é possível governar apenas com um partido na base.
      Discordamos no final dos seus achismos: eu não fumo cachimbo e nem qualquer outro tipo de produto correspondente.
      E voltamos a encontrar no fecho: entro e saio de governo a hora que eu quero e que me for conveniente, pois não dependo de nenhum que já esteve, que está ou estará no poder. Aqui no meu cangote só quem já montou foram a minhas três filhas.

      Excluir
  4. Com todo respeito, mas se realmente o Jatene se desincompatibilizar ou renunciar ele não virá a Governador. Pois sem a "caneta" são outros quinhentos. O próprio Helenilson pode tentar a reeleição, até porque ele terá a máquina do Governo em suas mãos e no meu entendimento ele não terá, politicamente, outra alternativa.

    ResponderExcluir
  5. O Jatene enganou e está destruindo o nosso verdadeiro PSDB. O Almir Gabriel tinha razão ele é muito preguiçoso.

    ResponderExcluir
  6. O Pará, especialmente o Sul, dará a resposta nas urnas a esse Governador incompetente e preguiçoso.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.