05/12/2013

Quem é o dono do Hotel Saint Peter?

Shot002

Meu pai dizia que quem tudo quer tudo perde. Foi por querer passar, fora do cárcere, 8 horas por dia em um hotel 4 estrelas, ganhando um salário de R$ 20 mil, que José Dirceu perdeu tudo e, por sobre, jogou luz na escura cadeia dominial da empresa que lhe ofereceu emprego.

> Truston International Inc

O Saint Peter não é uma das melhores estalagens de Brasília, mas hoje, quiçá, é o mais conhecido hotel do Brasil. Sabe-se até que a sua controladora é uma offshore, a Truston International Inc, com sede no Panamá.

O presidente da Truston, o panamenho José Eugenio Silva Ritter, mora em um bairro da periferia da Cidade do Panamá. Com certeza ele tem um salário menor do que aquele que ofereceu a José Dirceu.

Shot001

> Morgan y Morgan

Ritter é um laranja profissional: segundo o G1, o nome dele está em mais de mil empresas offshore. Ao ser indagado sobre tal prodígio, Ritter não se rogou: “trabalho na Morgan y Morgan e eles se dedicam a isso".

O “isso” a que a Morgan y Morgan, empresa de advocacia domiciliada no centro da Cidade do Panamá, se dedica, é a constituição de empresas offshore.

> Quem?

Quem, afinal, é o dono do Saint Peter? A indeterminação da resposta, e a ventania que causou a pergunta, seria o motivo que faria o juiz das execuções penais negar o pedido de José Dirceu.

> Desistência

Eu usei o verbo no futuro do pretérito do indicativo (faria), porque José Dirceu, vendo a confusão em que se enfiou, através do seu advogado, comunicou hoje (5), ao juiz das execuções penais, que não mais quer o emprego do Saint Peter, e ainda publicou uma nota repreendendo a imprensa e mais quem cometeu o "linchamento" dele no episódio.

O Brasil é o melhor país do mundo: aqui condenado recolhido tem direito a publicar nota puxando a orelha da plebe rude.

5 comentários:

  1. Francisco Marcio05/12/2013 19:43

    Deputado, Vossa Excelência vai despedir-se de um dos maiores líderes mundiais - se não, o maior -, Nelson Mandela?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou dentro de um avião e tudo o que o arremedo de conexão me permitiu postar foi a figura da barra lateral. Mas amanhecerá postado a justa homenagem a Madiba,como o chamavam os negros.

      Excluir
  2. Parsifal

    O hotel segundo boca pequena paulista tem como majoritário em contrato de gaveta o próprio, o pagamento só foi feito em parte a parte maior e final seria ressuscitar um canal de TV fechado pelos militares!

    ((((MCB))))

    ResponderExcluir
  3. Parsifal,

    Gostaria que você respondesse a este meu comentário.

    Se fosse em Cuba (país cantado em prosa e verso pelos ex-guerrilheiros brazucas) que o ZÉ DIRECEU estivesse preso ele teria esse direito de veicular a tal NOTA.

    Bem, mas lá nos States, país democrático, aquele soldado que passou informações que foram publicadas pelo WikiLeaks pode divulgar essas notas?

    E o tal marco regulatório que está sendo preparado para enfiar goela abaixo dos blogueiros pela cumpanhêra e seus áulicos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em Cuba, e nem qualquer parte do mundo, condenados à penas de prisão não têm o direito de publicar notas: são meros condenados que devem purgar a pena calados.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.