03/09/2013

Quem não gosta de ópera pode ir pescar no aquário do Utinga

Em comentário à postagem “Secretário de Cultura está proibido de falar com a cultura”, recebi comentário do MCB opinando que o Nilson Chaves assumiu a função de “porta voz do governador quando o tema é esdrúxulo, e de relações públicas do secretário de Cultura”.

Shot006

Comenta ainda o MCB que ouviu do governador que o “marco da cultura” do Pará seria “o aquário em forma de Nautilus” que será construído no Parque do Utinga.

> Fundação Tancredo Neves

Conta MCB que a Fundação Cultural Tancredo Neves, presidida por Nilson Chaves, que deveria ser um espaço “para trabalhar com as mais variadas formas de cultura”, está em situação tão precária que “a pesquisa em um simples jornal armazenado em suas dependências” é uma ópera trágica.

> O aquário do Utinga

Em 2012, o secretário de Cultura, com dispensa de licitação (como é a cultura do governo), contratou, por R$ 165 mil, a “Terramare Consultoria, Projeto e Construção de Aquários LTDA”, para assessorar na elaboração do projeto executivo do referido aquário, que deverá custar, segundo uns, R$ 60 milhões, e segundo outros, R$ 160 milhões.

Shot007

Pelo que revela o MCB, tanto Simão Jatene quanto Paulo Chaves têm certeza de que a construção de um aquário é investimento em cultura paraense. Quem sabe deva ser porque quando o Nilson Chaves quiser se inspirar para compor um siriá, irá até o Utinga admirar o bailado das piramutabas. 

> Desmentido 

Não é verdade que porque o governador Simão Jatene não gosta de ir à ópera, o Paulo Chaves resolveu fazer um aquário para sua excelência ir pescar.

Para ler o inteiro teor do comentário do MCB, clique aqui.

23 comentários:

  1. Parsifal

    Agradeço em nome da classe artística notadamente dos que tem deficiências motoras e necessitam se deslocarem nas dependências do Centur para pesquisarem nos jornais lá arquivados.

    Obrigado.

    ((((MCB))))

    ResponderExcluir
  2. Parsifal,é porque eu não tenho culhão pra ler(desculpa ae o palavrão)mas diz que o Smião Lorota deu uma reposrtagem em que ele destila veneno contra o PMDB afirmando serem e Sarney; Barbalho;e etc foram os algozes do Pará ao aprovarem maldita Lei Kandir. e outros assuntos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sarney e Barbalho sempre foram do PMDB. A Lei Kandir foi invenção do PSDB. É claro que ela foi votada nas duas Casas do Congresso e por isso Jatene alega que, também, Sarney e Jader "foram culpados" junto com o ele e o PSDB todo. Aí é forçar a lógica a tal ponto de querer condenar o dono da fábrica de armas pelo assassinato com um revólver comprado dela.

      Excluir
  3. Faltou eu concluir a pergunta: terias ,como posso dizer.....,saco pra comentar esta entrevista do Simão,o jatene, rs, neste jornal que se auto intitula :O liberal(tu tens uma analise acurada e tal....). porque mestre,nem coragem eu tenho de pegar naquele jrnal,imagine lêr entrevista do simão jatene.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É difícil espremer algo da entrevista que possa ser referido, mas eu a copiei para tentar sistematizar e fazer uma postagem.

      Excluir
  4. Qual a defesa desse Projeto, Porque e para que?
    Será que é daqueles projetos que você ao final não tem a menor ideia de quanto custou e daí tudo o que disserem você acredita?
    Como é necessário um Paulo Chaves aos políticos-empreiteiros.

    ResponderExcluir
  5. Francisco Márcio03/09/2013 12:16

    Deputado, impressiona-me a carga de sua metralhadora giratória contra o governo.
    Como participo há certo tempo desse blog, não recordo desses cianuretos destilados (com essa frequencia). Já pensou em assumir a edição do Diário do Pará? O Governo não suportará e, vocês fumam o caximbo da paz, novamente. Que tal?

    P.S: Como sempre, não uso o anonimato, pois sou um mero plebeu e não estou em nenhum dos lados.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Metralhadora? Ainda estou apenas com uma faca de mesa...
      Não posso assumir a edição do "Diário do Pará": sou um mero blogueiro sem gabarito para ser jornalista.
      Esse cachimbo já foi jogado fora, mas de repente alguém junta. Mas, pelo menos quanto a mim, não nutro o menor desejo de me engasgar com essa fumaça.

      Excluir
    2. Francisco Márcio;

      Não entendo por quê as pessoas se manifestam muito pouco na blogosfera política. Ainda hoje ouvi mais três pessoas chorando nos corredores do órgão público onde trabalho por causa do dinheiro que perderam após sofrerem descontos injustos por atrasos no relógio de ponto eletrônico. Que se diga de passagem, todos valores acima do parâmetro empregado no cálculo que fiz sobre perdas salariais dos servidores estaduais com "atrasos no ponto eletrônico" no governo do PSDB.

      É claro que me limitei a ouvi-los e concordar com eles, sem poder fazer nenhuma recomendação de lerem este blog, pois preciso me manter no anonimato. Então não se trata de metralhar o governo, e sim de reagir a certos abusos, denunciando onde é possível. Se... 10% das vítimas desta invenção do Jatene resolvessem se manifestar, seria uma bomba.

      Excluir
  6. Ricardo, o algoz03/09/2013 21:29

    Porque tu não falas que todo restaurante em instalado em prédio público projetado depois de 1984, o verdadeiro dono é o Paulo Excanabis Chaves! O Arlindo é só testa de ferro. Covardia tem hora para acabar ou estás mancomunado! A Sol ops! O Sol tem que nascer para todos, como toda a notícia tem que vir a público.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A obviedade é como um Sol muito quente: pode queimar quem a ela se expõe. À guisa de não ser covarde, não alucine: guerreiros alucinados acabam cortando a própria cabeça com a espada que empunham.

      Excluir
  7. Deputado, fui na Sol Informática e não tinha cabo extensor de USB!

    Isso é um absurdo!!! Mande comprar pelo amor de Deus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No portal da empresa tem um link para sugestões.

      Excluir
    2. Ué, não é melhor falar diretamente com você, que é um dos donos? Ta em falta! Não podemos admitir que a maior loja de informática do Pará não tenha um simples cabo extensor de USB pra me vender!!!

      Excluir
    3. Sou também sócio do Crowne Plaza e da rede Big Ben, mas não me venha pedir descontos em hospedagem ou remédios. Imagine se eu vou ficar me preocupando com esses detalhes de cabo USB. Por favor, recorra ao SAC.

      Excluir
    4. Não pedi desconto! Apenas que sua loja venda um produto de informática tão básico quanto um extensor de cabo USB!
      Pode até ser que o senhor não acredite, mas sou seu eleitor! Votei duas vezes no senhor para deputado estadual!
      Não custa nada um telefonema pro setor comercial e cobrar isso! Se eu ligar no SAC, não vão nem dar bola!
      Por favor! Preciso muito desse cabo e não tem em lugar nenhum!!!

      Excluir
    5. Não é possível que não tenha em lugar nenhum. Já foi à Computer Store? Se o seu desespero é tanto por um cabo extensor USB, passe-me o endereço e mando deixar um para você. Não considere isso compra de voto, por favor.

      Excluir
  8. Já fui na computer store sim!
    Vou explicar! Jogo FIFA 13 pra PS3 e tem uma distancia ideal entre a TV e a poltrona que sento! Quando acaba a bateria do controle, tenho que ligar no cabo USB que fica no console, mas esse é muito pequeno! Aí eu tenho que sentar praticamente colado na TV e muda toda minha visão do jogo! Consequentemente, não consigo ganhar do meu irmão quando isso acontece!!! Se eu der o meu endereço, o senhor deixa aqui mesmo? Serio?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Passe-me o endereço pelo link "E-mail", na barra de menu no alto da página do blog. Mandarei deixar o extensor.

      Excluir
    2. MUITISSIMO OBRIGADO!!!!!
      Mandei o endereço!!!

      Excluir
    3. De nada. Amanhã mandarei deixar o cabo na portaria do seu prédio.

      Excluir
    4. Deputado, não recebi o cabo até hoje!!! =(

      Excluir
    5. O meu motorista entregou no sábado pela manhã na portaria do seu prédio, para entregar no apartamento 3000. O porteiro falou que o morador seria Luiz Arthur.

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.