06/09/2013

O Navio Fantasma

O próximo espetáculo do XII Festival de Ópera será “O Navio Fantasma”, de Wagner, cuja estreia será em 21 de setembro.

Shot010

Eu nunca assisti Wagner. Tenho a expectativa de ver “Parsifal”, uma das suas obras primas, mas fico com receio: vá que eu não goste...

> Toda em alemão

A propaganda da Secult diz que a ópera será cantada em alemão. Não se preocupe: o importante não é entender a língua, mas estar lá, assistindo a ópera, seja ela em italiano, alemão, mandarim, ou chinês.

> Maledicências

As mulheres são meio de banda com Wagner. É que “O Navio Fantasma” fala de um marinheiro que blasfemou contra Deus e foi castigado a singrar sem rumo, até encontrar uma mulher que lhe fosse totalmente fiel.

Daí ter surgido, pelas zonas portuárias do mundo, o boato de que Wagner teria afirmado que é preciso navegar muito para achar uma mulher plenamente fiel.

Outro boato, surgido no trapiche de Soure, no Marajó, é que o navio fantasma seria o navio prometido pelo governo para fazer a linha Belém-Soure.

Também não consegui averiguar a veracidade da informação de que a “As Filhas da Chiquita” estariam montando a ópera “A canoa mal assombrada”, para apresentar durante o Círio. 

16 comentários:

  1. Deputado, fico a me perguntar o que a senhora Ann Pontrs, ex-deputada federal fica a fazer enquanto o senhor escreve essas baboseiras.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Algumas vezes lendo as baboseiras que chegam como comentários.

      Excluir
  2. Deputado, vamos pedir a Deus que estes baderneiros travestidos de "atores" que não apareçam no Theatro da Paz tentando empastelar este belo e grandioso espetaculo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixemos Deus fora disso: são coisas de homens de pouca fé.

      Excluir
  3. Hahahaha ameeeeei a sua resposta deputado. Só estou curiosa para saber qual é o DAS desse anônimo. Gosto de ópera, mas não perco a festa das Filhas da Chiquita. kkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem gosto para tudo! Tem gosto até de aplaudir e apoiar estes baderneiros travestidos de "atores". É por isto e por outras coisinhas que somos achincalhados pelo resto do Brasil por ter protesto contra um festival de opera.

      Excluir
    2. Nein, wir sind verachtet, weil wir mittelmäßigen menschen und snobs die verwaltung des staates und menschen wie sie, dass schmeichelt haben.
      Grüße Wagnerschen!

      Excluir
    3. Se vivo fosse não só iria saudar como também agradecer

      Excluir
    4. Was für ein Snob Sie sind, weil auf Deutsch? Sie wollen zeigen, dass Sie wissen, die Jader handhaben andere Sprache außerhalb der portugiesischen?

      Excluir
    5. Que nada. É que como a ópera vai ser cantada em alemão, eu estou treinando no Google Translate para ouvir quando o holandês voador cantar, em alemão. Além do mais, o Mestre Verequete, indignado, está compondo, do purgatório, um siriá em alemão, para ser encenado entre os atos de "O Navio Fantasma", e eu tenho que psicografar para o Pinduca.

      Excluir
  4. Como diz um amigo que é da turma da Chiquita: o senhor é montado na elegância. Plaft anônimo! rsrsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Parsifal;

    Acho que o PC vai se sentir o próprio Albert Speer por algumas horas; entretanto é possível que não, pois essa "viagem no tempo" pode estar mais para aquele outsider do Ludwig I da Baviera, que usava o tesouro do reino para construir seus maravilhosos castelos e financiar os caprichos do próprio Wagner, a quem ouvia sem cansar, em suas apresentações privadas. Tudo a ver com o PC.

    Uma curiosidade: seria um trechinho desta ópera, aquela música que se ouvia como tema de abertura da antiga série da TV "Viagem ao Fundo do Mar"? Mas por favor, não me conte que já esteve em Füssen e visitou os dois castelos. Isso me deixaria mais inquieto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E você acha mesmo que alguém poderia ir à Alemanha, ou a Áustria, e não visitar o "Castelo da Branca de Neve"? Visitei apenas esse, o Castelo de Neuschwanstein, que é perto de Fussen, a caminho da Áustria.
      O tema de abertura de "Viagem ao fundo do Mar" ("The Seaview Theme" - Seaview era o nome do submarino, que no Brasil muitos achavam que era "Civil", devido a pronúncia.) não é de Wagner, e sim do polonês Paul Sawtell, que compôs uma boa parte dos temas de séries de TV e cinema das décadas de 40 a 60.

      Excluir
  6. A MALDIÇÃO DO REI DA BAVIERA DO DITADOR E DO GOVERNADOR!

    Meu caro Parsifal

    Eu continuo defensor do Carimbó , acho que dificuldade de canto maior que em uma ópera existe na interpretação do Carimbó do Macaco!

    Porem como o assunto é “O NAVIO FANTASMA” sobre ele é que farei meu comentário , a primeira coisa que notei é que depois de vários protestos sobre excluir nossa cultura musical de apresentações no teatro cujo nome de batismo é da Paz escalaram uma ópera do compositor Richard Wagner menosprezando de maneira radical os que tentam defender a cultura paraense, sendo o autor o compositor preferido do homem que desencadeou a 2ª guerra mundial , suas musicas eram trilha sonora das reuniões do Partido Nazista em Nuremberg da para ver claramente a maneira ditatorial das ações oriundas da Secult, exigir que ela seja toda em alemão foi a maneira encontrada para facilitar a interpretação não a interpretação da ópera pois acho que ninguém natural do Para fale fluentemente tal língua da ópera e sim de seu ato nazista!

    Se houver uma analise mais apurada sobre o autor saberemos mais motivos de sua escolha, foi ele que lançou as bases para a dissolução do sistema harmônico tonal, ao mesmo tempo, seus escritos sobre arte, cultura e política causaram uma seleuma jamais vista.

    Foi revolucionário e monarquista; era anti-semita, o que não o impedia de ter amigos judeus; admirava a arte musical italiana, mas criou um tipo de música que derrubou a supremacia da ópera italiana na música vocal.

    Megalomaníaco, não hesitou, em sua autobiografia de criar uma imagem heróica, à beira da perfeição, acreditava que depois de sua obra a música nunca mais seria a mesma.

    É ou não loucura colocar uma obra de alguém que lançou as bases para a dissolução de um sistema harmônico no Teatro da Paz nessa altura do campeonato, se não for é mera intimidação!

    Poderei até me sentir errado se o lado de Richard Wagner que o secretario quis externar seja o de ser anti-semita e ter amigos judeus , se isso acontecer teremos aqui finalmente o metro, não esse de superfície com nome pomposo de BRT e sim o da Banda Metro cantando e no balanço das horas tudo pode mudar, mas continuou acreditando que no tempo de sua gestão nada mudara até quando como Wagner os judeus se tornarem necessários para derrubarem a supremacia atualmente perdida!

    A escolha do Holandês Voador acabara tornando-se um belo exemplo de como se encontra a relação entre os que fazem a cultura e quem dela usufrui para os mais atenciosos quando comparamos ao casamento de Wagner com a cantora Christine (Minna) , em ambos os casos vemos turbulências em um estado de infidelidades !


    Se O Navio Fantasma teve sua origem na busca da fidelidade o secretario Paulo Chaves com seu porta voz Nilson Chaves que agora pela navegação do navio também acumulara a função de tradutor dado que a língua de seus desejos é o alemão deviam fazer navegação de cabotagem partindo de Afuá até Viseu para se conscientizarem que ela não existe em suas óperas, traídas pelo amor do povo paraense ao Carimbó o que também mostrara que ele trai o Jatene seu criador porque povo aborrecido tentara não prolongar tal aborrecimento!

    O Jatene se conhecesse a parte política da vida de Richard Wagner saberia que ele foi ligado a grupos anarquistas e que na Revolução de 184? (não recordo o ano correto só a década) sua atitude lhe rendeu 12 anos de exílio!

    Que tal como aqui nos idos de 1864 cem anos antes de nossa ditadura quando Wagner sentia que suas dividas chegavam ao auge e ele não tinha como delas escapar num lance teatral bem ao seu gosto recebeu uma mensagem do rei Ludwig II da Baviera, oferecendo-lhe proteção, uma vida estável e tranquila. Como num passe de mágica, todos os problemas se acabaram, não os do Rei!
    Um parente cobrando o outro!
    Ou tu me pagas o que me deve ou te poupa em falar comigo!
    Poupa tua preocupação com isso, não te falo mais!


    ((((MCB))))

    ResponderExcluir
  7. MCB;

    Concordamos em muitos pontos, como é o caso do desprezo deste governador pela cultura regional. Confesso a você que toda vez que a televisão faz matérias com pessoas andando, correndo, pedalando, ou assistindo shows naqueles grandes parques ambientais com paisagismo moderno e voltado para a saúde da população lá do sudeste e do sul do brasil, eu fico com muita raiva dos políticos desta terra.

    O estilo Paulo Chaves de fazer atrações para as elites, cheias de restrições e preços proibitivos, não seria tão detestável se o mesmo abrisse uma exceção para pessoas de todas as idades que estão em busca de qualidade de vida - não de elitismo. Para piorar veio aquele homúnculo do Duciomar Costa e confundiu saúde física com aquelas máquinas de provocar lesões musculares nas pessoas que se equilibram nos canteiros das ruas cheias de monóxido de carbono.

    Quantas áreas belíssimas para a criação de parques ambientais já não viraram invasões, ou aguardam os projetos de conjuntos, ou lixões. As poucas áreas urbanas que refrigeram o calor estão sendo lentamente diminuídas. Pergunto: Será que a 25 conseguirá resistir à opinião perversa dos condutores de veículos e do atual prefeito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AS ÁGUAS NÃO VÃO ROLAR!

      Para atender o que você sente falta não seria necessário gastar um único centavo bastava abrir o Utinga como realmente um Parque e cadastrar quem quisesse usar para praticar esportes náuticos tipo canoagem, pescar (Pesque e Solte), fazer trilha a pé ou de bicicleta , piquenique, expor artesanato (o local para isso já foi construído e ainda existe), o pagamento para uso seria apenas o compromisso com a preservação! Agora tu sabes o motivo para isso não ser feito? Se não sabes eu te digo, não é feito para a população não ficar sabendo que nunca foi tirado a matéria orgânica depositada no fundo dos lagos e notar que a altura na lamina de água marcada na régua é falsa e assim evitar apavoramento quanto ao abastecimento pois em breve se a região metropolitana quiser ter água ela terá que ser a capitada diretamente do Rio Guamá!

      Quanto ao aquário Nautilus , esse deixa pra lá!

      ((((MCB))))

      Excluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.