22/07/2013

Joaquim Barbosa compra apartamento em Miami em nome de empresa

1320214

A foto acima é de um condomínio de luxo erigido às margens do Rio Miami. Desde o ano passado (2012), a empresa brasileira “Assas JB Corp.” é proprietária de um dos apartamentos. A “Assas JB Corp.” tem como único dono o presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa.

Pela localização, no centro nobre de Miami, o menor apartamento do condomínio não custa menos de US$ 600 mil. O ministro pagou o apartamento à vista.

> Para driblar o fisco

As pessoas jurídicas gozam de regime diferenciado de tributação nos EUA, por isso Barbosa constituiu a empresa poucos dias antes de efetivar a compra. A “Assas JB Corp.” tem como endereço comercial o endereço residencial de Barbosa em Brasília.

> Tudo legal

O ministro Barbosa afirmou à “Folha” que trabalhou a vida toda e tinha o dinheiro para a operação, que foi feita "em conformidade com a lei norte-americana".

> Há controvérsias

Barbosa, sempre zeloso pela coisa certa quando o certo não é com ele, deveria saber que empresas não podem ser abertas exclusiva e unicamente para comprar um imóvel. O benefício fiscal é para pessoas jurídicas que efetivamente exercem a atividade para qual foram constituídas. 

Se houver uma denúncia ao Ministério Público da Flórida, o órgão pode acionar o ministro para que prove que a empresa está em atividade. Caso contrário poderá ser acionado por fraude fiscal.

> E se fosse um político?

Mas não é isso que eu desejo levantar. Quero apenas fazer, de novo, aquela incômoda pergunta:

"E se a notícia fosse sobre um político que abriu uma empresa apenas para comprar um apartamento de US$ 3 milhões (se fosse um político o valor do apartamento seria triplicado pela imprensa) em Miami?"

Com certeza, em primeiro lugar, seria alardeado que o dinheiro fora oriundo de corrupção e a pressão seria tão grande que o dito político teria que renunciar para não ser cassado e o Ministério Público Federal já estaria com uma petição pronta para denuncia-lo por fraude fiscal e evasão de divisas.

Cada vez mais estou convencido que sou igualzinho ao Barbosa: se eu fosse comprar um imóvel em Miami, com certeza constituiria uma empresa para tal, pois imposto, ninguém paga com prazer. O problema é que se eu for fazer isso não terei da imprensa, do Ministério Público e nem do distinto público, o mesmo tolerante tratamento.

13 comentários:

  1. Que o diga o MP de Parauapebas, já foram feitas tantas denuncias e MP continua adormecido, uma prefeitura igual essa que em 6 mese existem mais de 240 despensas de licitações. Paidégua diria o Joaquim Barbosa.

    ResponderExcluir
  2. Com tantos políticos doidos pera pegarem o Ministro JB no errado, quero crer que, se ele realmente estiver errado, muitos haverão de prová-lo e chamar-lhe à responsabilidade.

    ResponderExcluir
  3. Comprar um apartamento em Miami talvez seja mais barato do que comprar em Belém.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Discordo de um só termo: o "talvez seja". Pode trocá-lo por "com certeza é". Os preços de Belém estão desbragadamente abusivos.
      O pior é que quando você compra um apartamento em Miami, esse apartamento traz consigo a cidade Miami e todos os seus ótimos serviços urbanos, ao passo que em Belém, além de pagar mais caro...

      Excluir
    2. Anônimo das 12:53,

      uma bicicleta fora da lei é roubo, agora vou te falar, um Ministro com anos de carreira no Supremo e com esse salário, que não tenha para comprar um AP. em Miami de 5.000 reais o metro quadrado, é porque dilapida seu próprio salário.
      Quem nomeou esse JB? o Lula!
      Mas isso não diminui a qualidade do JB.

      Excluir
  4. Ismael Moraes22/07/2013 13:49

    Mas o bom de tudo isso é que, a contrario sensu do que vc disse, isso prova que o Barbosa é que é igual a todo mundo. Recebe verbas que ele chama de penduricalhos, viaja para se divertir com dinheiro público e se utiliza de artifícios jurídicos para escapar de obrigações fiscais. Será que ele vai ter humildade para reconhecer isso?

    ResponderExcluir
  5. Se o governador do nosso pobre Pará, Simão Jatene comprou 3 apartamentos de um por andar no ed. Vinkg, que fica na Diogo moía, um para cada filho e outro para a ex-mulher, porque o Ministro Joaquim Barbosa não pode comprar um em Miami? Porque ele é negro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Do jeito que vai esta discussão parece até que vão propor cotas para corruptos.

      Excluir
    2. rsssss por aí

      Excluir
  6. A questão maior é que todos os políticos no Brasil, com raríssimas exceções, são ladrões. Daí ...
    Será que o Deputado Parsifal publica meu comentário que é, sem sombra de dúvidas, Verdadeiro. É só perguntar aos brasileiros.
    Se for covarde e não publicar eu ponho em destaque em outro blog.
    Aguardo sua resposta para o meu Comentário 2, garoto ladino.
    Beijocas ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve estar vindo aqui pela primeira vez, ou já saberia que os comentários só não são publicados se contiverem pornografia ou palavras chulas, o que não é o caso do seu. Mas se, mesmo publicado aqui, você quiser publicar, com ou sem destaque, em outro blog, ou em um outdoor, ou até fazer um cartaz e sair com ele pela rua, fique à vontade.
      Observe ainda que quem tem grandes probabilidades de ser covarde é você, pois eu assino embaixo do que escrevo.

      Excluir
  7. Boa noite, deputado.
    resumindo.
    triste do homem que acredita em outro homem.
    e se o gestor maior do SF, age deste modo vergonhoso, imaginemos os barbosas das favelas, morros, etc.

    ResponderExcluir
  8. Enquanto joaquim barbosa tem um apartamento o deputado federal wlad do pmdb tem um predio inteiro, onde mora com o filho um em cada cobertura pelo bairro da pedreira.

    ResponderExcluir

Comentários em CAIXA ALTA são convertidos para minúsculas. Há um filtro que glosa termos indevidos, substituindo-os por asteriscos.